Comunicado

Comunicado da Paróquia do Parque das Nações

Portugal está a viver o início da fase de desconfinamento ditado pelo combate à pandemia de Covid-19.
Têm sido tempos difíceis, em que as comunidades cristãs demonstraram criatividade nas formas de praticar fé, impedidas de o fazer presencialmente nos templos.
Terminado o estado de emergência, em que todo o país tanto se esforçou e de tanto abdicou para que a situação pandémica fosse controlada, entramos na fase de gradual regresso à normalidade possível.
A Resolução do Conselho de Ministros nº 33-C/2020 que determina a estratégia de levantamento das medidas de desconfinamento, estabelece os dias 30 e 31 de maio para o regresso das “cerimónias religiosas”, o reinício das “celebrações comunitárias de acordo com regras a estabelecer entre a Direção Geral da Saúde e as confissões religiosas”.
Caso as avaliações da situação que o Governo e demais entidades vão efetuar o permitam, as celebrações presenciais regressam, assim, na véspera da Solenidade do Pentecostes.
Na nossa Paróquia do Parque das Nações também nos preparamos para regressar:

1. Celebrações com a presença física de fiéis (missas, batismos e casamentos) terão lugar a partir de 30 de maio, em horários a divulgar oportunamente.

2. A Abertura da igreja para a oração pessoal realizar-se-á de segunda a sexta-feira, das 15h às 19h, com a lotação máxima de 10 pessoas em simultâneo, a partir do dia 11 de maio.

3. O Atendimento presencial acontecerá entre as 15h00 e as 19h00, a partir do dia 4 de maio, da seguinte forma:
– dos serviços de secretaria: segunda a sexta-feira;
– do Pároco: terça e sexta-feira, mediante marcação prévia (pelo telefone 913 429 803/ 218 958 898 ou email geral@paroquia-navegantes.org);
– do Diácono (assuntos relacionados com batismos): segunda e quarta-feira, mediante marcação prévia (pelo telefone 913 429 803/ 218 958 898 ou email geral@paroquia-navegantes.org).

4. A Celebração do Sacramento de Reconciliação: quinta e sexta-feira das 18h às 19h, no confessionário da capela do Santíssimo, usando a zona protegida de contacto físico, garantindo o anonimato, a partir do dia 14 de maio.

5. A Celebração das Exéquias (funerais) realizar-se-á nas capelas mortuárias, apenas com a presença de familiares.

6. A Catequese e outras actividades pastorais continuarão a ser realizadas apenas por meios telemáticos até ao final deste ano pastoral.

Em todas estas ações o uso de máscara é obrigatório assim como o respeito pelos protocolos de desinfeção com os produtos que estarão disponíveis.

Partilhe nas redes sociais!